Arquivo anual 2014

poradmin

Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde e felicidade

sindifato

 

 

O perdão, a generosidade, solidariedade e o amor são as bases que sustentam os mais belos natais. Feliz Natal e um Ano Novo repleto de saúde e felicidade.

Att. SINDIFATO

poradmin

Sindicatos solicitam reenquadramento funcional do PCCR dos servidores da saúde

Nesta quarta-feira, 17, a Bancada Sindical da Saúde do Tocantins, representada pelo Sindicato dos Farmacêuticos do Tocantins – SINDIFATO, Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado do Tocantins – SINTRAS-TO, o Sindicato dos Profissionais de Enfermagem no Estado do Tocantins – SEET, o Sindicato dos Cirurgiões Dentista do Estado do Tocantins – SICIDETO e o Sindicato dos Médicos do Estado do Tocantins – SIMED encaminharam um ofício conjunto nº 005, que solicita o reenquadramento dos servidores do quadro da saúde.

O documento solicita ao governador do Estado do Tocantins, Sandoval Cardoso, a elaboração e publicação de uma medida provisória que reenquadre os servidores efetivos do quadro da saúde concedendo-lhes progressões horizontais de acordo com o tempo de serviço prestado ao Governo do Estado em forma de reenquadramento na tabela correspondente.

A solicitação se dá após a publicação da medida provisória nº 42, de 27 de novembro de 2014, republicada no diário oficial nº 4.279, de 15 de dezembro deste ano. Medida esta, que dispõe sobre o Plano de Cargo Carreira e Remuneração – PCCR- dos servidores do quadro geral.

A medida provisória publicada pelo governador concede aos servidores do quadro geral um reenquadramento de até 7 referências horizontais. Com isso os representantes do quadro da saúde se reuniram na manhã desta terça-feira, 16, para debater e cobrar junto ao governo a apresentação dos mesmos benefícios para os profissionais representados por essas entidades sindicais.

Os representantes de classe alegam que os PCCR do quadro geral e da saúde foram elaborados em conjunto, sendo que os artigos dos respectivos PCCR são em sua maioria semelhantes salvo alguns cargos específicos.

O ofício foi elaborado e protocolado na manhã desta quarta-feira, 17, com a intenção de solicitar ao governador a mesma valorização funcional dada aos servidores do quadro geral.

O documento também foi encaminhado ao secretário da administração, Lúcio Mascarenhas Martins, e ao secretário da saúde, Márcio Carvalho da Silva Correa.

NEYA-JORNALISTA

poradmin

1º de Dezembro: Ministério divulga dados sobre Aids no Brasil nesta segunda-feira

ad

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids é celebrado nesta segunda-feira (1º). Devido à data, hoje, às 14h, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresenta os novos dados do Boletim Epidemiológico HIV-Aids 2014. Também será divulgada a campanha publicitária sobre o tema. A ação chama atenção para os 30 anos da luta contra a aids no Brasil.

Entre 1980 e junho de 2012, segundo dados do Ministério da Saúde (MS), foram registrados 656.701 casos de aids no Brasil, média de 36 mil casos por ano. Em relação aos óbitos, são registrados 11,5 mil por ano.

De acordo com o órgão, a epidemia brasileira é concentrada nas populações em situação de vulnerabilidade (homens que fazem sexo com homens -HSH-, travestis, profissionais do sexo e usuários de drogas). Atualmente, o Ministério da Saúde estima que 530 mil pessoas vivam com HIV/aids no país. Dessas, 135 mil não sabem ou nunca fizeram o teste. O teste rápido é a principal estratégia para o acesso ao diagnóstico.

Entre 2005 e 2011, o número de testes de HIV distribuídos e pagos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) dobrou: passou de 3,3 milhões para 6,3 milhões de unidades. Os testes oferecidos são produzidos por laboratórios públicos nacionais. O teste rápido de aids tem sido o maior investimento do Ministério da Saúde para o acesso ao diagnóstico durante o pré-natal, na atenção básica de saúde.

A cobertura de testagem anti-HIV em gestantes (2010/2011) é de 84%. A meta do governo é oferecer o teste para 100% das gestantes até 2015. De 2002 a 2011, O Brasil reduziu em 25% a incidência de aids em menores de 5 anos. Sobre o acompanhamento da doença, no Brasil, 217 mil pessoas têm acesso ao tratamento de forma gratuita. O Brasil fabrica 11 dos 20 medicamentos ARV usados no tratamento do HIV/aids. Essa área responde por 780 milhões do 1,2 bilhão de recursos destinados ao combate às DST/aids.

Em relação à prevenção, desde 2008, o País produz suas próprias camisinhas masculinas (100 milhões por ano) e as distribui gratuitamente.

Cuide bem de você e de todos os que você ama

A campanha do Ministério da Saúde não é a única que alerta para o vírus. “Cuide bem de você e de todos os que você ama. Faça o teste de HIV” é o tema deste ano da campanha organizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Pastoral da Aids, realizada entre 29 de novembro e 1º de dezembro.

A divulgação está sendo realizada nas celebrações católicas em todo o país. A campanha, que ocorre em 11 mil paróquias e dioceses do Brasil, tem o padre Fábio de Melo como protagonista, inclui cartazes e outros materiais gráficos que mostram as razões para a realização do teste e que serão distribuídos nas igrejas, além de peças para rádio, tv e internet.

Fonte : Portal Brasil

poradmin

Farmácias fazem campanha para menor imposto de medicamentos

São Paulo – Redes de farmácia iniciaram nesta terça-feira, 01, uma campanha que vai recolher assinaturas de consumidores para pedir a redução dos impostos sobre medicamentos. A Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) e a Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) pretendem pedir ao governo federal, Poder Legislativo e Estados a redução das alíquotas de ICMS e isenção da cobrança de PIS e Cofins para todos os remédios.

De acordo com o presidente da Abrafarma, Sergio Mena Barreto, a reivindicação é que todo tipo de medicamento possa ser beneficiado. Hoje, são isentas de PIS e Cofins apenas algumas substâncias que constam na chamada “lista positiva”. Medicamentos considerados de grande relevância para o consumidor (como os oncológicos e para hipertensão) estão sob regime diferenciado. Ler mais

poradmin

Relator da MP 653 mantém flexibilização da presença de farmacêutico em farmácias

O deputado Manoel Junior (PMDB-PB), relator da MP das Farmácias (MP 653/2014), manteve relaxamento da exigência de farmacêutico em farmácias caracterizadas como pequenas ou microempresas e acatou emenda para permitir assistência do profissional de forma remota.

No relatório, o deputado reconhece que a presença obrigatória de farmacêutico, conforme determina a Lei 13.021/2014, torna a dispensação dos medicamentos mais segura e de melhor qualidade. No entanto, ele aponta déficit de profissionais para atender a demanda e dificuldades de cumprimento da norma por pequenas farmácias, especialmente em cidades do interior.

Frente a esse contexto, ele manteve regra prevista na MP, de forma a permitir que farmácias caracterizadas como micro ou pequenas empresas possam funcionar com a presença de um prático inscrito no conselho da categoria, desde que o órgão sanitário de fiscalização local confirme a inexistência de farmacêutico na localidade. Ler mais

poradmin

Aprovação de genéricos inéditos amplia acesso a tratamentos no país

A Anvisa aprovou o registro de três novos genéricos cujas substâncias ainda não têm concorrentes no mercado. Isso significa que os pacientes e médicos poderão ter novas opções de tratamento a um custo mais acessível, afinal os genéricos chegam ao mercado com um preço pelo menos 35% menor que o preço de tabela dos produtos de referência.

Os três casos são de genéricos inéditos, ou seja, cópias de medicamentos que não possuem concorrentes no mercado. Ler mais

poradmin

SINDIFATO SOLICITA RETIFICAÇÃO DO EDITAL DO CONCURSO PÚBLICO DA DEFESA SOCIAL E SEGURANÇA PENITENCIÁRIA DO ESTADO DO TOCANTINS

Oficio nº 32/2014 – SINDIFATO.

Palmas 22 de outubro de 2014.

Ilmo. Secretário da Administração do Estado do Tocantins.

Lúcio Mascarenhas Martins.

Assunto: Retificação Edital Concurso Público para provimento de cargos do quadro da Defesa Social e Segurança Penitenciária do Estado do Tocantins/TO.

Pelo presente, o SINDIFATO, Sindicato dos Farmacêuticos do Tocantins, vem a digna presença do Secretário da Administração do Estado do Tocantins, requerer o que se segue:

Considerando que a Administração Pública tem o poder/dever de rever seus atos a qualquer tempo. Ler mais