Arquivo mensal dezembro 2016

poradmin

SINDIFATO e outros sindicatos vão a SECAD cobrar informações sobre 13º salário dos servidores estaduais

O presidente Pedro Henrique Goulart Machado esteve na tarde desta terça feira (20/12), junto com os representantes do SINPEF, SISEPE, SINDARE e SEET, na Secretaria Estadual da Administração para cobrar informações a respeito do pagamento do 13º salário dos servidores estaduais. Ao procurarem o Secretário Geferson Barros foram informados que ele estava de recesso e que só retornaria em janeiro. Também foi apurado pelos sindicatos que a folha de pagamento está em processamento e que será remetida aos órgãos para o pagamento, com previsão de ser realizado até sexta-feira.

Os sindicalistas estão unânimes em não aceitar que haja parcelamento do 13º. Segundo informação obtida pelo presidente do Sinpef, Luciano Lucas, o recurso proveniente da repatriação deve cair ainda nesta terça feira nos cofres do estado, diante disto, segundo Luciano, não há motivo para que o estado protele nem parcele o pagamento. O presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro, informou que não foi repassada nenhuma informação formal e que as informações conseguidas foram repassadas por servidores da Secad, uma vez que o secretário está de recesso e nenhum representante do governo oficializou a informação. Cleiton também informou que protocolou uma notificação extrajudicial exigindo do governo do Estado o pagamento imediato do 13º aos servidores estaduais.

Fonte: Conexão Tocantins

poradmin

Recesso de final de ano

O Sindifato informa que devido as festividades de Natal e Ano Novo, entraremos em recesso a partir do dia 19 de dezembro de 2016 com retorno das atividades no dia 09 de janeiro de  2017. Desde já desejamos a todos um bom Natal e um próspero Ano Novo.

poradmin

Sindifato inova para filiar mais farmacêuticos

Esta em pleno funcionamento o sistema de cobranças pelo MOIP do Sindifato. Com esse sistema, os farmacêuticos que quiserem se filiar ao Sindifato e efetuar o pagamento das mensalidades por meio de cartão de credito, podem faze-lo a partir do mês de dezembro de 2016.

A entidade começou a utilizar o MOIP desde janeiro de 2016 e vem fazendo testes para verificar a regularidade das cobranças no cartão de crédito. Em dezembro, os testes finalizaram e com 100% de aproveitamento.

O MOIP será utilizado para outros eventos do Sindifato, tais como cursos, caravanas e confraternizações da categoria. O sistema consiste em realizar os débitos no cartão de credito dos farmacêuticos, com os valores predefinidos e de formas regulares ou esporádicas.

Segundo o diretor Renato Soares Pires Melo, responsável pela implantação do serviço, o MOIP vem para somar as atividades do Sindifato, “alguns colegas não querem efetuar os débitos na folha de pagamento, outros não querem comprometer a margem consignável. Com o MOIP, o cadastro das mensalidades é feito uma única vez, o valor será debitado regularmente todos os meses. Quando quiser cancelar, será feito imediatamente”.

Outra grande vantagem do MOIP assinaturas é que um canal direto entre o filiado e o Sindifato. Não existem atravessadores, bancos, folhas de pagamento. Algumas empresas criam dificuldades de realizar o desconto das mensalidades na folha de pagamento dos farmacêuticos, mesmo o desconto sendo obrigatório quando autorizado, algumas empresas estão descumprindo a regra, obrigando o Sindifato e ingressar na justiça para que os descontos fossem efetuados. Prejudicando o profissional que se tornava inadimplente, por culpa do seu empregador.

Os farmacêuticos que já são filiados e quiserem migrar para essa nova modalidade de desconto, podem fazer por meio da ficha de filiação (alteração de dados). Aqueles que ainda não são filiados, podem preencher a ficha de filiação disponível no site www.sindifato.org.br , preencher a ficha de filiação, assinar e entregar no Sindifato.

Da redação

poradmin

O 13º Salário dos Farmacêuticos

Todos os anos, os trabalhadores de carteiras assinada e servidores públicos, têm direito ao 13º salário, correspondente ao tempo de serviço prestado naquele ano.

Esse valor pode ser parcelado em duas vezes. Normalmente o trabalhador recebe a 1ª parcela os meses de fevereiro à novembro de cada ano, e correspondente a metade do salário do mês anterior ao pagamento. Por exemplo: se a primeira parcela do 13º salário for paga no mês de novembro, o valor será calculado com base no salário recebido no mês de outubro.

No caso, dos Farmacêuticos plantonistas, que recebem uma salario variado, o 13º salário será pago pela média salarial. Somam-se todos os salários e divide o total pelo numero de meses trabalhados.

Férias + 13º Salário

Uma situação que muitos trabalhadores desconhecem é que eles podem solicitar por escrito que o pagamento da primeira parcela do 13º salário seja pago junto com as férias de cada ano. Para isso, ele deve solicitar por escrito (duas vias) junto ao empregador, sempre no mês de janeiro de cada ano.

 

Incidência nas horas extras e adicional noturno

Outra informação que muitos desconhecem, é que as horas extras realizadas pelos farmacêuticos, integral o 13º salário, conforme enunciado 45 TST.

Na mesma linha, o adicional noturno, também integra o 13º salário, de acordo com o Enunciado I da Súmula 60 do TST.

 

Insalubridade

Para os farmacêuticos que recebem o adicional de insalubridade, também terão integrados, o valor desse adicional ao 13º salário.

Todos esses direitos estão previstos na legislação trabalhista e nas convenções coletivas de trabalho. Se por acaso, algum farmacêutico não esteja recebendo da forma como foi exposto aqui, procure o seu sindicato dos farmacêuticos para exigir seus direitos.

Trabalhamos para você!

A diretoria

Da redação