Arquivo mensal junho 2017

poradmin

Após assembleias em Palmas, Gurupi e Araguaína, farmacêuticos apresentam proposta para data-base

 


Sindifato propõe redução de jornada para 30 horas semanais

Após assembleias com farmacêuticos em Palmas, Araguaína e Gurupi, o Sindifato (Sindicato dos Farmacêuticos do Tocantins) vai propor, na discussão da CCT (Convenção Coletiva do Trabalho), a redução de jornada de trabalho de 40 horas para 30 horas semanais.

Caso aceita pelos representantes das farmácias do Estado, a categoria vai abrir mão de qualquer reposição de data-base neste ano. “Construímos essa proposta sabendo da crise e com ela estamos buscando uma alternativa que atenda a todos os colegas e que seja possível para os empresários cumprirem”, ressaltou o presidente do sindicato, Pedro Henrique Goulart Machado Rocha.

Atualmente, o piso do farmacêutico que trabalha em estabelecimentos comerciais é de R$ 3.750. Ao todo, o Estado tem cerca de 800 farmácias, que empregam 1.100 farmacêuticos.

Além de levar em conta o momento econômico, a proposta do Sindifato tem o objetivo de adequar a jornada dos profissionais e permitir que os estabelecimentos estejam dentro da lei.

Funções das entidades farmacêuticas

  1. Sindicato dos Farmacêuticos: entidade privada formada por farmacêuticos com objetivo de melhorar as relações de trabalho, por meio de negociações coletivas. Defesa das relações de trabalho dos farmacêuticos. Assistência em produtos e serviços aos filiados por meio de convênios com empresas e prestadores de serviços.
  2. Conselho Regional de Farmácia: autarquia federal com autonomia financeira e administrativa. Sua principal função é fiscalizar o exercício profissional e regulamentar o âmbito de atuação dos farmacêuticos.
  3. Associações e sociedades: entidades privadas, formada por farmacêuticos, com o objetivo de promover a qualificação profissional e cultural da profissão, por meio de eventos científicos, cursos e capacitações sobre determinado segmento da profissão.
poradmin

Em assembleias extraordinárias, farmacêuticos iniciam debate sobre convenção coletiva

Com o objetivo de discutir a CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) dos farmacêuticos empregados nas farmácias no Estado, o Sindifato (Sindicato dos Farmacêuticos do Tocantins) inicia, na quinta-feira, 8 de junho, em Palmas, uma série de três assembleias gerais.

Depois da Capital, ainda serão realizadas assembleias extraordinárias em Gurupi, no dia 9 de junho, e em Araguaína, no dia 13 de junho. Ao todo, o Estado tem cerca de 1.600 farmácias, que empregam 1.800 farmacêuticos.

Atualmente, o piso dos farmacêuticos está em R$ 3.750,00. “Com as assembleias gerais, o Sindifato terá poderes para fazer as negociações e buscar a justa reposição a este valor”, explica o presidente do sindicato, Pedro Henrique Goulart Machado Rocha.

A assembleia de Palmas vai ocorrer na sede do Sindifato, localizada na quadra 404 Sul, alameda 11.

 

Confira, abaixo, o edital completo:

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – SINDICATO DOS FARMACÊUTICOS DO ESTADO DO TOCANTINS – SINDIFATO – 02.889.429/0001-07.

O Presidente do Sindicato, em uso das suas atribuições legais e estatutárias, CONVOCA todos os Farmacêuticos do Estado do Tocantins, sindicalizados ou não, especificamente aqueles que laboram no setor do comércio varejista e atacadista de medicamentos, para participarem da ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada nas seguintes datas, horários e locais:

EM PALMAS/TO, no dia 08 de junho de 2017 às 19:30 horas. Na sede do sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Tocantins, localizado na Quadra 404 Sul, Avenida LO 11, lote 4, sala 8 em Palmas/TO.

EM GURUPI/TO, no dia 09 de junho de 2017, às 19h30 horas. No Campus I, do Centro Universitário UnirG, localizado na Rua Antônio Nunes da Silva, 2195 – Parque das Acácias. Gurupi – TO.

EM ARAGUAÍNA/TO, no dia 13 de junho de 2017, às 19h30. No auditório do Hotel Relicário, localizado na Avenida José de Brito, 777 – St. Anhanguera, Araguaína – TO. Para tratarem da seguinte ordem do dia:

  1. a) leitura do edital convocatório; b) elaboração, discussão e aprovação da Pauta de Reivindicações a ser remetida à representação patronal, visando efetivação da CCT-2017/2018; c) votação para a aprovação da aludida pauta; d) autorização para que a Diretoria do Sindifato possa firmar acordo administrativo, com a assinatura da CCT, com ou sem mediador e na sua inviabilidade, conceder poderes para que seja ajuizado o competente DC; e) Compor Comissões de Negociação; f) deliberar sobre as contribuições e mensalidades; g) assuntos gerais da categoria. Não havendo número legal de presentes na primeira convocação, a segunda se realizará 30 minutos após, já com qualquer número de presentes. As deliberações tomadas nesta Assembleia prevalecerão para todos os fins de direito, e a ela se vinculam os trabalhadores sindicalizados ou não à entidade convocante. Palmas/TO, 03 de junho de 2017. Ass. Pedro Henrique Goulart Machado – Presidente.
poradmin

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – SINDICATO DOS FARMACÊUTICOS DO ESTADO DO TOCANTINS – SINDIFATO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA – SINDICATO DOS FARMACÊUTICOS DO ESTADO DO TOCANTINS – SINDIFATO – 02.889.429/0001-07. O Presidente do Sindicato, em uso das suas atribuições legais e estatutárias, CONVOCA todos os Farmacêuticos do Estado do Tocantins, sindicalizados ou não, especificamente aqueles que laboram no setor do comércio varejista e atacadista de medicamentos, para participarem da ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA a ser realizada nas seguintes datas, horários e locais: EM PALMAS/TO, no dia 08 de junho de 2017 às 19:30 horas. Na sede do sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Tocantins, localizado na Quadra 404 Sul, Avenida LO 11, lote 4, sala 8 em Palmas/TO. EM GURUPI/TO, no dia 09 de junho de 2017, às 19h30 horas. No Campus I, do Centro Universitário UnirG, localizado na Rua Antônio Nunes da Silva, 2195 – Parque das Acácias. Gurupi – TO. EM ARAGUAÍNA/TO, no dia 13 de junho de 2017, às 19h30. No auditório do Hotel Relicário, localizado na Avenida José de Brito, 777 – St. Anhanguera, Araguaína – TO. Para tratarem da seguinte ordem do dia: a) leitura do edital convocatório; b) elaboração, discussão e aprovação da Pauta de Reivindicações a ser remetida à representação patronal, visando efetivação da CCT-2017/2018; c) votação para a aprovação da aludida pauta; d) autorização para que a Diretoria do Sindifato possa firmar acordo administrativo, com a assinatura da CCT, com ou sem mediador e na sua inviabilidade, conceder poderes para que seja ajuizado o competente DC; e) Compor Comissões de Negociação; f) deliberar sobre as contribuições e mensalidades; g) assuntos gerais da categoria. Não havendo número legal de presentes na primeira convocação, a segunda se realizará 30 minutos após, já com qualquer número de presentes. As deliberações tomadas nesta Assembleia prevalecerão para todos os fins de direito, e a ela se vinculam os trabalhadores sindicalizados ou não à entidade convocante. Palmas/TO, 03 de junho de 2017. Ass. Pedro Henrique Goulart Machado – Presidente.